bgcortado2.jpg

Desenvolvimento

Um MMORPG Sandbox situado em um mundo vivo e dinâmico não é construído de um dia para o outro. É preciso muita dedicação, persistência e um time apaixonado pelo que faz. Conheça a nossa jornada para criar este universo.

Começamos a trabalhar no Profane em 2015, momento em que  nosso estúdio completava 6 anos de vida e contava com um time de 15 desenvolvedores. O Profane sempre esteve nos nossos planos e foi o principal motivo para termos fundado a INSANE. Por ser um  desafio muito grande, decidimos que era preciso trabalhar primeiro em outros projetos menores para ganharmos experiência, musculatura e formarmos o time certo. Quando entendemos que o momento tinha chegado, o Profane passou a ser o único projeto do estúdio.

Nas fases iniciais de desenvolvimento, nos dedicamos à documentação dos conceitos principais do jogo, história e definições de arte, mas também sabíamos que era preciso colocar as nossas ideias em prática o quanto antes; por isso, criamos um protótipo que foi testado em 2016 e 2017, por meio de eventos jogáveis fechados. Na época, já havíamos criado uma página brasileira no Facebook e já contávamos com uma comunidade bem ativa e ansiosa pelo Profane. Recrutamos membros dessa comunidade para realizar os testes e os feedbacks coletados foram fundamentais para seguirmos trabalhando na próxima fase de desenvolvimento, o Pré-Alpha.

PIRATE2.jpg

Profane - Protótipo

De 2015 a 2017

O Pré-Alpha foi lançado no Brasil em março de 2018. Disponibilizamos o acesso antecipado ao jogo mediante Pacotes de Fundador. Para essa versão, planejamos uma fase de testes mais longa, pois desejávamos validar não apenas o game design do Profane, como também testar a nossa capacidade de realizar atualizações, adicionar novos conteúdos, coletar feedbacks, corrigir bugs, organizar eventos jogáveis, etc.  

Na fase Pré-Alpha, a prioridade não era construir o sistema multiplayer robusto, o qual almejamos para as futuras versões; por isso, os nossos servidores suportavam um número limitado de jogadores simultâneos (cerca de 60 jogadores por região). Em função dessa limitação, decidimos manter o jogo hospedado apenas no Brasil e não focamos em muita divulgação.

Durante o ano de 2018, fizemos diversas atualizações menores e uma de maior porte, na qual adicionamos 4 novos bosses, aventuras dinâmicas, implementamos melhorias artísticas e balanceamos o combate. Após essa grande atualização, decidimos que era hora de parar de trabalhar no Pré-Alpha e investir no Alpha, mas mantivemos o jogo aberto por mais um tempo, pois ainda necessitávamos coletar feedbacks dos jogadores. Em setembro de 2019, após termos aprendido tudo que era preciso com o Pré-Alpha, fechamos o jogo e passamos a dedicar 100% da equipe ao desenvolvimento do Alpha.

Como forma de agradecimento à nossa comunidade, organizamos um evento de encerramento do Pré-Alpha. Esse foi o último de muitos eventos jogáveis que realizamos. Para o evento de encerramento, modificamos um dos mapas do continente de Morkhon e desafiamos a nossa comunidade a invadir a cidade de Peaks of Garon, derrotar o nosso CEO e roubar os seus anéis, que o tornavam imortal. Esse evento faz parte da lore do Profane, registrando a destruição das Ilhas Heréticas, causando uma nova onda de migrações

Wallpaper_1_-_Banker2.jpg

Profane Pré-Alpha

De 2018 a 2019

profane ALPHA

A ser anunciado

O desenvolvimento do Alpha foi iniciado em 2019 e está em andamento até agora. Diferentemente de suas versões anteriores, o Alpha está sendo construído na base definitiva do jogo; portanto, muitos processos e sistemas existentes tiveram que ser melhorados, adaptados ou criados do zero.
 
A nossa prioridade tem sido criar ferramentas sistêmicas que permitam desenvolver novos conteúdos, balancear o jogo mais facilmente, criar novos mapas e outras funcionalidades, de forma eficiente e escalável. Também temos trabalhado no nosso próprio networking para proporcionar estabilidade, algo tão essencial para o nosso jogo.

Durante a pré-produção do Alpha, reavaliamos o nosso direcionamento de arte e decidimos trazer um novo visual para o Profane, indo para um caminho mais moderno e atual. O nosso principal objetivo com a arte foi trazer inovação para o gênero de MMORPG, algo que buscamos alcançar em todos os sentidos. No quesito game design, estamos trazendo muitas novidades também, buscando chegar ao real sentido de mundo vivo e dinâmico, por meio de diversas mecânicas e sistemas novos. Para dar conta de tantos desafios, ampliamos o time e hoje contamos com quase 50 profissionais dedicados ao projeto. 

Prevemos novos testes da versão Alpha em 2021.